quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

As 5 Leis Biológicas - Resumo



PRIMEIRA LEI BIOLÓGICA (Tudo tem um detonante)
A primeira Lei biológica subdivide-se em três critérios.
Primeiro critério
Comprovadamente, sempre existe um desencadeante, uma causa que ativa um programa de adaptação. Um programa especial biológico sensato (EBS) inicia-se a partir de um DHS (Síndrome de Dirk Hamer), em homenagem ao filho morto do Dr. Hamer.
Define-se como "choque conflitivo", um evento vivido em solidão, grave, altamente dramático que "pega a pessoa no contrapé" que, ao mesmo tempo, oferece oportunidades: O estresse e a adaptação orgânica representam uma oportunidade da natureza para adaptar-se e eliminar o inconveniente, uma tentativa de superar a situação conflitiva. No momento em que se inicia um programa especial, este é feito, de maneira simultânea em três níveis: na psique, cérebro e órgão ou função.
A partir do momento da DHS, o paciente se encontra em estresse permanente, em simpaticotonia: significa que têm as mãos e os pés frios, pensa compulsivamente em seu conflito, tentando resolvê-lo, não consegue dormir a noite, não tem fome e perde peso.
A diferença entre conflitos e os problemas rotineiros é que os conflitos biológicos são de forte intensidade e são capazes de criar modificações nos tecidos ou em funções. Podemos observar que uma pessoa está vivenciando um conflito biológico, um estresse permanente e manifesta sintomas bem definidos e evidentes.


O segundo critério
Dependendo de como a pessoa vive esse choque inesperado, se ativará o programa especial biológico correspondente. Ainda que todos nós tenhamos esses mesmos programas de resposta instalados, a reação diante de uma situação conflitiva dependerá da reação que a pessoa tiver. São essas opções de respostas que nos fazem únicos.
No nível cerebral, graças à Tomografia Axial Computadorizada (TAC), se pode observar a ativação destas áreas cerebrais: Na zona ativada do cérebro, aparecem anéis concêntricos que indicam a fase de estresse, a emoção associada e o tecido ou função que regula.
Quando a pessoa deixa de viver aquela situação conflitiva, estes anéis desaparecem e a adaptação orgânica também se encerra. Neste momento inicia a fase de regeneração a nível cerebral. Na região onde estavam os anéis concêntricos aparece um edema e proliferação de tecido conjuntivo.
O terceiro critério
O transcurso do programa EBS (Especial Biológico Sensato), evoluí nos três níveis desde a DHS até a solução do conflito de maneira sincrônica.
SEGUNDA LEI BIOLÓGICA (Lei Bifásica da Doença)

Somos influenciados por muitas dualidades. O dia e a noite são a que mais nos afeta, pois nosso organismo se regula por este ciclo, dinâmico, criador da vida.
Normalmente, há um equilíbrio. Quando aparece um conflito biológico, esta situação chocante para o organismo produz uma reação, aumentando os níveis de estresse, ou seja, supera os níveis fisiológicos normais com a intensão de enfrentar e encontrar uma solução. Dependendo da vivência ou da situação conflitiva, se ativará a melhor estratégia de resposta. O estresse, ainda que o organismo necessite dele para fazer frente à situação diferente, provoca um desgaste orgânico, na mesma proporção na qual a pessoa se mantenha sentindo a necessidade de resposta (consciente ou não).
Nesta situação, também encontramos esta dualidade: Quando a pessoa sai da situação conflitiva, se inicia o processo de regeneração que será tão intenso quanto o desgaste ocorrido. O organismo dedica toda a sua energia para normalizar os tecidos que se modificaram durante a situação conflitiva.

O enunciado da 2ª Lei Biológica nos diz que todo "programa especial biológico sensato" da natureza possui estas duas fases sempre que se chega à resolução do conflito.
Na metade da fase de regeneração aparece uma crise chamada crise epilética ou crise epileptoide (que equivale a uma crise epilética, porém, sem movimentos musculares). De uma maneira simples, esta crise é um retorno à fase de estresse durante um curto período de tempo cujo objetivo é frear a expansão das inflamações e provocar o inicio de uma fase diurética onde se elimina o excesso de líquido proveniente dessas inflamações.



TERCEIRA LEI BIOLÓGICA (O Sistema Ontogenético)

Observou-se que conforme a situação conflitiva, alguns tecidos aumentavam a sua função e, inclusive, se observava uma multiplicação celular e, em outros casos, aparecia uma redução da função e uma degeneração de tecido.
A resposta coloca em evidência que nada no organismo acontece por acaso, tudo acontece em um sentido lógico e sensato. Evolutivamente se desenvolveram mecanismos de adaptação com base na função específica de cada tecido e os processos acontecem conforme a capa embrionária a qual pertencem: endoderma, mesoderma e ectoderma.


Os tecidos que derivam do endoderma são controlados pelo tronco cerebral. Os tecidos que derivam do mesoderma e atuam funcionalmente como endoderma, são controlados pelo cerebelo. Os tecidos que derivam do mesoderma e atuam de maneira similar ao ectoderma, são controlados pela substância branca do cérebro. Os tecidos que derivam do ectoderma são controlados pelo córtex cerebral.

Com base nesta mesma derivação embrionária comprovamos um tipo específico de conteúdo conflitivo para cada capa embrionária:
O endoderma, localizado no tronco cerebral, controla funções relacionadas com a absorção e expulsão dos nutrientes. O conflito sempre estará relacionado com a função do tecido, neste caso, o "abocanhar" nutrientes. Quando uma emotividade aciona uma área do tronco cerebral, estes tecidos sempre respondem com um aumento de função e proliferação celular.
O mesoderma antigo, controlado pelo cerebelo, controla as membranas de proteção. O conteúdo do conflito sempre estará relacionado com a sua função: Ataque e defesa. Quando uma emotividade relacionada ao ataque ativa essa área cerebral do cerebelo, os tecidos associados sempre produzem um aumento em sua função e de tecido (proliferação de células) para aumentar a capacidade de defesa.
O mesoderma novo, controlado pela sustância branca cerebral, mesmo sendo mesoderma, funciona como ectoderma. Regula os tecidos relacionados com a estrutura e a sustentação e o tipo de conflito sempre estará relacionado com a função desses tecidos. Quando temos um sentimento relacionado à estrutura (desvalorização), ou seja, "minha estrutura não é suficientemente forte", se ativará a área cerebral da substância branca. Os tecidos associados a essa área cerebral sempre reagem com degeneração dos tecidos.
O córtex cerebral, de derivação ectodérmica, controla funções relacionadas à sensibilidade, movimentos, coordenação, etc. O tipo de conflito está associado com essas funções. Quando uma emotividade ativa esta área cerebral, ocorre uma degeneração de tecido ou diminuição das funções nos tecidos correspondentes.
QUARTA LEI BIOLÓGICA (O Sistema Ontogenético dos Microrganismos)
Os microrganismos são seres vivos que só podem ser vistos com o auxilio de um microscópio. Neste grupo estão os fungos, as bactérias e os vírus. São organismos dotados de particularidades, têm sua própria organização. O corpo humano é portador de uma população de microrganismos dez vezes maior do que o próprio número de células.
Se levarmos em conta essas considerações podemos nos perguntar: Por que não atuam sempre? Por que não estão sempre provocando infecções? A teoria atual nos diz que o sistema imunológico os mantém à distância (kkkk). Então, se os mantém à distância, por que, às vezes, eles entram em ação?
O que realmente se observa com base no conhecimento das Leis Biológicas é que esses microrganismos atuam quando a pessoa sai da situação conflitiva, os microrganismos convivem conosco e tem a sua atividade aumentada quando nosso organismo deixa a situação conflitiva, quando as modificações dos tecidos implicados são interrompidas.
A atividade destes microrganismos não depende, como havíamos pensado erroneamente, até hoje, de fatores externos, na verdade, são controlados indiretamente pelo nosso computador central, o cérebro.
Os micróbios não são nossos inimigos, servem para nos ajudar, eles trabalham comandados pelo nosso organismo, dirigidos direta ou indiretamente pelo nosso cérebro porque, para cada grupo de órgãos pertencentes a uma capa embrionária, atuam seus microrganismos específicos.
Não se pode descartar a possibilidade de contágio ou transmissão desses microrganismos de uma pessoa para a outra, nem, tão pouco, se nega que possam provocar sintomas e moléstias incomodas. Esta Lei descreve com quais critérios atuam, comprovamos, também, como eles sempre atuam na fase de regeneração.
QUINTA LEI BIOLÓGICA (O sentido biológico)
A Quinta Essência.
Até hoje, para a "medicina oficial" as “doenças” são consideradas como "erros da Natureza". 
Entretanto, a Quinta essência nos permite compreender o que se sucede com uma pessoa quando aparecem diferentes conflitos biológicos ativos em diferentes áreas cerebrais: são estratégias de sobrevivência que permitem ao indivíduo, em uma situação onde aparecem diversos processos ativos, modificar a sua percepção e suas respostas para poder ser capaz de lidar com a situação.
Isto representa alguns programas de sobrevivência onde estão inclusas, nos dias de hoje, a maioria das doenças psiquiátricas, aquelas onde a pessoa se distancia da realidade, em comparação com as demais pessoas. Se essas modificações psíquicas não acontecessem, seria muito difícil sobreviver em uma vida cada vez mais socializada. Tudo depende da intensidade, socialmente, alguns delírios são toleráveis e outros não.
Concluindo ...

Essas Leis Biológicas são totalmente interligadas umas às outras. Cada Lei trouxe um conhecimento e novas incógnitas que, ao serem respondidas, apontavam para uma nova lei. São fenômenos naturais com os quais convivemos, já existiam antes de serem postuladas. Essas Leis são tudo aquilo que, no fundo, nós já sabemos. Quando uma pessoa vivencia uma situação conitiva, projeta uma reação em busca de uma solução para aquilo que a incomoda. "Não é necessário viver uma situação de intenso conito para comprovar esses fenômenos, assim como não é necessário pular de um penhasco para comprovar a lei da gravidade!"  (Assensi Teixidor).


Fonte: http://www.youressence.net/
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário